Niacina: o que é e para que serve?

 

Oi, tudo bem? Então muitos já ouviram falar da Niancina, mas nem todos que ouviram falar sabe o que é, não é mesmo? Hoje resolvi esclarecer de uma vez para vocês o que é isso. Prontos para entender?

A niacina é o nome comum para o ácido nicotínico. É... acho que não estou ajudando muito nesse esclarecimento. E seu eu disser que seus outros nomes são niacinamida ou nicotinamida? Também não vai ajudar em nada. Vamos deixar de complicação e resumir esse monte de nomes complicados em apenas dois: vitamina B3.

A vitamina B3, como as outras do complexo B, é essencial para a produção de enzimas que suprem as células de energia. As vitaminas do complexo B também ativam o metabolismo dos carboidratos, proteínas e gorduras.

A niacina está envolvida numa série de mais de 200 reações enzimáticas, daí você nem pode imaginar o estrago que é a carência, não só da vitamina B3, como do resto do complexo B. Ela é fundamental para a saúde da pele, língua, trato digestivo e formação dos glóbulos vermelhos. É também essencial para a síntese de vários hormônios, inclusive os sexuais. E vocês que acompanham o Blog Vida Saudável, já devem saber da importância do sexo em nossas vidas, pois a Adriana Papa já falou disso, não é mesmo?

Outra coisa importantíssima: a vitamina B3 age como um fator de tolerância à glicose, composto esse que aumenta a sensibilidade do corpo à insulina. Para quem tem diabetes ou quer preveni-la, essa vitamina não pode faltar. O bom funcionamento do cérebro e sistema nervoso também depende, e muito, da vitamina B3.

Doses recomendadas: O normal é que a dose para os homens seja de 16mg e para as mulheres, 14mg. Em caso de gravidez o recomendado é 18mg e na fase de lactação, 17mg.

Fontes As maiores fontes encontram-se sob forma de NAD (nicotine adenine dinucleotide) ou NADP(nicotine adenine dinucleotide phosphate) que, traduzindo, seria fosfato de dinucleotídeo de nucletinamida adenica, que também é o difosfato de dicleotídeo de nicotinamida adenina. Gente, decorar tudo isso é um verdadeiro martírio ! Mas, continuando, as maiores fontes são frangos, peixes, feijões, levedo de cerveja, ervilha, carne bovinas e cereais integrais. O leite e os ovos são boas fontes de tripofano, que também se converte em niacina. Verduras e frutas, sobretudo o figo, ameixa e tâmara, são, também, boas fontes de niacina.


clique na imagem para ampliar

 


Artigos Relacionados


>> O fim da história e a insulina - Por Carol Papa
>> Os benefícios da berinjela- Por Carol Papa
>> Os benefícios do alho- Por Carol Papa
>> Os benefícios da melancia- Por Carol Papa
>> Os benefícios da acelga- Por Carol Papa


 

Ana Carolina Papa

Nutricionista e colaboradora de saúde.
Colaboradora do blog Vida Saudável .

 

 

HTML Comment Box está carregando os comentários...